Início OUTROS Autópsia de Valentina confirma o pior

Autópsia de Valentina confirma o pior

12
0

A morte da pequena Valentina é um dos crimes mais chocantes do país, em muitos anos. A menina, inicialmente dada como desaparecida, foi assassinada, ao que tudo indica pelo pai e madrasta, enquanto passava uns dias com eles e os filhos do casal. O crime chocou a todos, em Portugal, mas a autópsia revela agressões ainda mais graves, de acordo com o Correio da Manhã.

Sandro Bernardo, o pai, e Márcia estão detidos, em prisão preventiva, enquanto aguardam o julgamento. Terão sido eles a matarem a menina, antes de tentarem fazer desaparecer o corpo e simularem o rapto. O próprio pai não terá aguentado a pressão e revelou onde estava o corpo da criança.

Inicialmente, foi revelado, pelas autoridades, que a menina teria sido agredida durante horas e deixada, em agonia, no sofá. Durante horas, Valentina teve convulsões no sofá, sem receber qualquer assistência, antes de morrer.

Segundo o Correio da Manhã, o relatório dos investigadores da Polícia Judiciária de Leiria, após a autópsia, revela que foram essas convulsões que provocaram a morte da menina, de nove anos de idade. Mas, a causa dessas convulsões foi um descolamento do crânio. Portanto, além das agressões, a menina terá sido abanada repetidamente na casa de banho, fazendo com que o seu crânio se deslocasse.

Depois, seguiram-se as convulsões, num dos crimes mais bárbaros perpetrados no nosso país. Sandro e Márcia Bernardo tinham também dois filhos em comum, mais pequenos do que Valentina, e que entretanto foram retirados, já que os pais estão presos, a aguardar pelo julgamento do homicídio desta menina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here